Conheça as melhores dietas para 2019

Conheça as melhores dietas para 2019

Publicado por: Veja Publicado: 09/01/2019 Visitas: 245 Comentários: 0

As resoluções de ano novo da maioria das pessoas inclui a perda de peso. Por isso, anualmente, a revista especializada US News & World Report publica um ranking das melhores dietas. A eleita para 2019 é a mundialmente conhecida dieta mediterrânea. Vale lembrar que ela também é indicada para quem quer apenas ter uma alimentação mais saudável e balanceada, com maior legumes, verduras e frutas, por exemplo.

Veja abaixo as primeiras colocadas das principais categorias e confira aqui a lista completa.

Melhor dieta em geral

A dieta mediterrânea foi considerada por médicos e nutricionistas americanos a melhor dieta do ano por ter levado a melhor classificação em diversas categorias. Ela foi a primeira colocada nas seguintes categorias: melhor dieta em geral, melhor dieta para diabetes, melhor dieta para alimentação saudável, melhor dieta para o coração, melhor dieta baseada em vegetais, melhor e a dieta mais fácil de seguir.

Vários estudos publicados em 2018 mostraram que esse plano alimentar pode ser muito benéfico. Além de reduzir o risco de diversos problemas de saúde, como diabetes, colesterol alto, demência, perda de memória, depressão e câncer de mama, a dieta também está associada a ossos mais fortes, maior expectativa de vida, coração mais saudável e, claro, ajuda na perda de peso.

Os vegetais são a base da dieta mediterrânea, que inclui grandes porções de frutas, legumes e verduras, grãos integrais, feijões e sementes, nozes e castanhas, e uma forte ênfase no azeite extra-virgem (gorduras que não provenham do azeite, como a manteiga, são consumidas raramente). A carne vermelha, o açúcar refinado e a farinha são itens que aparecem raramente nesta dieta. Para substituí-los, adiciona-se ovos, laticínios e carne branca, como frango e peixe – todos em porções menores do que na alimentação tradicional.

“É mais do que uma dieta, é um estilo de vida já que também estimula a alimentação com amigos e familiares, a socialização durante as refeições e a ingestão consciente de seus alimentos favoritos”, comentou o nutricionista Rahaf Al Bochi à CNN.

Melhor dieta para perda de peso

A grande vencedora deste ano na categoria perda de peso é a dieta dos Vigilantes do Peso, que foi bem classificada tanto no emagrecimento em curto prazo quanto no de longo prazo. O programa, um dos mais antigos e conhecidos para a perda de peso, funciona por meio de um sistema de pontos, no qual comidas e bebidas recebem uma pontuação de acordo com seu valor nutricional e os participantes têm um máximo de pontos que podem consumir por dia. O grupo propõe a adoção de um estilo de vida que combina hábitos saudáveis tanto na alimentação quanto na prática de exercícios físicos. Dessa forma, o método promove uma redução de peso de forma gradativa e sustentável.

A desvantagem é que esse é um programa pago de emagrecimento. Os participantes se inscrevem em um dos métodos disponíveis que consistem em reuniões de acompanhamento, sugestão de cardápios e receitas saudáveis com base no controle da quantidade de calorias consumidas diariamente.

Melhor dieta para emagrecer rapidamente

dieta HMR foi a primeira colocada na categoria de perda rápida de peso (ou seja, em até um ano). Funciona assim: o indivíduo escolhe entre três planos alimentares, com menus que vão de 500 a 1 400 calorias por dia e incluem refeições prontas e shakes para serem consumidos no lugar do café da manhã ou jantar. Tudo entregue em domicílio. Problema: Ela ainda não chegou por aqui.

Por isso, quem quer emagrecer rápido pode recorrer à segunda colocada dessa categoria: a dieta Atkins. Pioneira das dietas radicais de sucesso, foi criada na década de 1970 pelo cardiologista americano Robert Atkins. O plano condena os carboidratos e enalte as proteínas (leia-se comidas gordurosas) como aliadas dos corpos esbeltos.

A dieta envolve quatro fases, começando com pouquíssimos carboidratos e aumentando progressivamente, até chegar ao seu peso desejado. Por exemplo, você recebe 20 gramas por dia de “carboidratos líquidos”, 12 a 15 deles de “vegetais de base” ricos em fibras, como rúcula, tomate cereja e couve de Bruxelas. A teoria é que, limitando os carboidratos, o corpo tem que usar um combustível alternativo, no caso, a gordura armazenada. Açúcares e “amidos simples” como batatas, pão branco e arroz são praticamente proibidos. Proteínas e gorduras como frango, carne e ovos são liberados.

Fonte: https://veja.abril.com.br/saude/conheca-as-melhores-dietas-para-2019/

Tags: dieta

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário