Exercícios de academia contribuem para preservar a saúde

Exercícios de academia contribuem para preservar a saúde

Publicado por: Redação Doutíssima Publicado: 19/10/2018 Visitas: 207 Comentários: 0

Quando pensamos em uma vida saudável, devemos lembrar da importância da prática de atividades físicas. Nesse caso, as opções são muitas. Há quem prefira as corridas e os jogos ao ar livre, mas há também quem opta pelos exercícios de academia. No entanto, não basta só ter a vontade de se exercitar, é preciso se preparar com cuidado para rotina de atividade física.

Quem explica melhor como tudo isso deve ser feito, para que se alcance os resultados esperados com saúde e segurança, é o personal trainer César Ribeiro, da ProAction Sports. Por isso, se você está pensando em começar uma rotina de exercícios de academias preste atenção nas dicas a seguir.

Antes de começar os exercícios de academia

A primeira providência é fazer um check-up completo – exame de sangue, cardiológico, teste de esforço – para que o profissional possa prescrever um treino que atenda da melhor maneira possível às expectativas do aluno.

“Deve-se levar em conta o resultado dos exames e os objetivos do aluno, para avaliar em que fase a pessoa se encontra: iniciante, intermediário ou avançado”, afirma o educador físico.

Depois da liberação médica, é hora de, finalmente, começar a praticar os exercícios de academia. A avaliação do profissional de educação física é que vai indicar o treino mais adequado. Mas alguns procedimentos são básicos e começam da mesma forma para todo mundo.

Ribeiro considera como exercícios básicos todos os que a pessoa executa com peso livre, para melhorar a coordenação motora. São os exercícios com peso solto (não com barra) ou halteres.

É importante dividir o treino os exercícios de academia entre os de musculação e os aeróbicos. Afinal, a parte caradiovascular exerce grande influência sobre a parte muscular. “No treino que chamo de ‘treino inteligente’, sempre prescrevo 45 minutos de musculação junto com o aeróbico”, salienta.

Nesse caso, são 20 minutos diários de treino aeróbico, uma atividade que não é extenuante, conjugado com um treino de musculação.

Exercícios de academia para iniciantes

Para o iniciante em exercícios de academia, Ribeiro sugere o circuito alternado, com intensidade um pouco menor. Conforme o grau de condicionamento melhora, diminui-se o intervalo de descanso e aumenta-se a intensidade, carga e grau de dificuldade dos exercícios.

Inicialmente, a frequência indicada é de três vezes na semana de treino de musculação, alternando, nos outros dois dias, com trabalho aeróbico.

A partir do terceiro mês do início do treino, começam a aparecer os resultados que o preparador físico chama de “resultado de toque”: a pessoa começa a sentir a musculatura mais fina, a taxa de gordura começa a cair e a disposição do aluno muda.

Com o tempo escasso que o aluno tem para dedicar à academia, Ribeiro orienta a priorizar o período que se tem para treinar. É preciso que o indivíduo tenha um período no dia em que se desliga do trabalho, dos seus afazeres, dos seus problemas, para canalizar toda a sua energia na atividade física.

“No treino que eu prescrevo, o aluno consegue obter os resultados que deseja e consegue trabalhar a parte psicológica, alcançando como resultado uma sensação de bem estar.” afirma.

Para ele, quando alguém decide começar a se exercitar, não deve ser somente pela satisfação ao se olhar no espelho, mas também pelo prazer psicológico.

 

Fonte: https://fortissima.com.br/2015/06/30/conheca-os-beneficios-dos-principais-exercicios-de-academia-14701902/

Comentários

Escreva o comentário